domingo, 26 de fevereiro de 2017

Cristolândia é citada em livro como referência nacional de programa de combate às drogas

A Cristolândia foi usada como exemplo entre programas de recuperação para usuários do crack no livro “Crack e exclusão social” (2016), publicado pelo Ministério da Justiça e Cidadania, com organização de Jessé Souza. O programa e a forma de trabalho das unidades Cristolândia foram analisados no livro ao lado de projetos laicos de todo o Brasil. Leia um trecho do livro.
“O “Programa de Deus” para o sujeito é total.
Esse quadro fica claro quando analisamos a instituição de recuperação de usuários de crack, a Cristolândia, um braço da igreja batista. A Cristolândia funciona como uma rede nacional de “postos de socorro” destinados a usuários de crack, o que acaba por atender também usuários de outras drogas que também se encontram em posição de extrema vulnerabilidade, e uma parte considerável desses é formada por população de rua. A esses são oferecidos alimentos, roupas, acesso a higiene, primeiros cuidados, como também assistência religiosa e “psicológica”, por meio de cultos, palestras (“testemunhos”) e conversas.


Nesse sentido, a Cristolândia funciona aos moldes de um programa de redução de danos, no qual não há internação, mas busca-se aliviar os efeitos mais degradantes gerados por esse estado de vida, e abrir possibilidades para uma terapia mais intensiva.”
A Junta de Missões Nacionais agradece a Deus e a todos os parceiros da Cristolândia pela benção de sermos uma referência nacional no combate às drogas. Sabemos que apenas através de Jesus é possível uma transformação verdadeira em qualquer pessoa.