terça-feira, 14 de março de 2017

PECADOS ESPIRITUAIS

O orgulho é um pecado espiritual. A inveja é um pecado espiritual. A incredulidade é um pecado espiritual. Apontar os erros dos outros é um pecado espiritual. Falta de oração é um pecado espiritual. Duvidar de Deus é um pecado espiritual e deixar de comprometer-se com Deus também é um pecado espiritual. Algumas pessoas são vitoriosas em assuntos espirituais, mas os que experimentam derrota nesses assuntos são ainda mais numerosos.Antes o meu orgulho me dominava. Qualquer tipo de orgulho é um pecado espiritual. Qualquer tipo de orgulho que impeça você de ir adiante é um pecado espiritual. Uma pessoa orgulhosa não suporta ver que outros sejam melhores que ela. Não consegue suportar que outros estejam mais avançados em assuntos seculares, nem que outros estejam mais avançados em questões espirituais. Se ele vir alguém que é espiritualmente mais avançado, então fará qualquer coisa para encontrar os erros do outro e rebaixá-lo. A inveja é um pecado tanto na nossa vida espiritual como na obra do Senhor.
Alguns têm um perverso coração de incredulidade. Se você lhes pergunta se creem ou não, responderão que não há nenhuma palavra ou frase na Palavra de Deus em que eles não creiam. Mas se você lhes pergunta se confiam nas promessas de Deus, admitirão que não são capazes. Assim que passam por uma pequena prova, ficam grandemente assustados. Eles não conseguem confiar na Palavra de Deus de modo algum. A esposa de Martinho Lutero certa vez se vestiu de luto e disse a ele que a angústia em que ele se encontrava era tal que parecia que o Deus dele havia morrido.
Muitas pessoas não têm uma vida ou comunhão adequada com Deus. Dia a dia vivem de maneira descuidada. Gastam os seus dias sem orar ou ler a Bíblia, sem ver a face de Deus ou ter comunhão com Ele. Eles até mesmo gastam os seus dias amedrontados com o pensamento de ter comunhão com Deus. Essa é uma vida sem Deus, isto é, ímpia. Temos cometido pecado, temos tido fracassos e não temos vivido uma vida espiritual. Muitos de nós nunca foram diligentes em aprender as devidas lições de negar o ego. Muitos de nós nunca foram diligentes para aprender as devidas lições de colocar o ego de lado.
Em certa ocasião havia dois irmãos que não tinham um bom relacionamento entre si por causa de uma questão muito pequena. Antes eles comiam juntos e se serviam do mesmo prato. Um deles sempre escolhia para si a melhor carne do prato. Quando o outro viu isso, não falou nada por vários dias. Após duas semanas ele não pôde aguentar mais esse comportamento e então se separou do outro irmão. O tipo de pessoa que você é se manifesta nas pequenas coisas que você faz. Eu gosto muito de ler a biografia de Hudson Taylor. Quando ele viajava pregando, ele quase sempre escolhia o pior quarto e a pior cama. Mesmo que essas coisas sejam pequenas, a maneira pela qual alguém lida com elas mostra se vive ou não diante de Deus.